Cheque em Branco

Já pensou se você ganhasse 1 milhão de dólares? Calma, não é uma daquelas propagandas de "clique aqui para descobrir" ou "faça dinheiro blá blá blá", vamos falar de um filme dessa vez, contando a história de um garoto que usufruiu de 1 milhão de dólares ganhos da noite para o dia. Esse é "Cheque em Branco".

Esse filme narra a história de Preston Walters e sua vida de "forever alone". Ele não tinha amigos, e tinha dois irmãos mais velhos chatos e pais que não davam atenção alguma para ele. Pra ter ideia de como a vida do garoto é desgraçada, ele é convidado para uma festa de aniversário de um riquinho chamado Butch, mas somente para ser vaiado. Mas ele tinha uma ambição, ser rico, ter o seu próprio dinheiro e sua casa, já que ele não podia ficar acordado até tarde pois vivia do "Minha casa, minhas regras" dita pelo seu pai.

Pois bem, Preston vê que tem que ter um meio de juntar seus centavos que não seja em casa, então decide ir ao banco abrir uma poupança. Mas seus planos são frustrados ao saber que precisa de 200 doláres, mas a viagem não é em vão por dois motivos. Ele conhece a linda atendente Shay Stanley e ao sair do banco sua bicicleta é atropelada por um magnata que ao destruir a bicicleta lhe dá um cheque assinado sem valor para cobrir os gastos do estrago. Ao chegar em casa, Preston vê o tal cheque e como entende que qualquer valor que estivesse ali seria pra ele, tem a ousadia de colocar o significativo valor de "1 milhão de dólares". Simples assim, afinal o conserto de uma bicicleta tá por volta disso, né? =D

Claro que essa ideia é totalmente absurda mas Preston deu sorte. Esse magnata, Quinley, na verdade era um ladrão que havia fugido da cadeia e também havia escondido justamente esse dinheiro enquanto estava preso, e ao sair o reencontra ainda intacto. Conhecendo o gerente do banco, Petermann, ele deixa o dinheiro com ele pra fazer uma lavagem. Petermann sem saber quem é o cara iria entregar a quem chegasse com um cheque informando a quantia de 1 milhão de dólares. Daí veio a sorte de Preston. Chegando ao banco, uma atendente velha o chama até a gerência pensando que ele estivesse brincando, mas o que Petermann pergunta a ele é "Suco?" e Preston responde "Não, obrigado. Eu não estou com sede." pensando que já estaria encrencado. Como estava assinado por Quinley, Petermann entrega o dinheiro ao garoto e ele sai de lá o mais rápido possível para que não tenha perigo de ser descoberto, com apenas uma advertência, "não gastar tudo em doces". Eu naquela idade pensaria mesmo em gastar com doces.

Chegando o verdadeiro Suco, Petermann descobre a burrice que fez e daí ele, Quinley e Suco vão atrás de quem conseguiu aplicar esse golpe. E Preston não estava tão longe, afinal comprou uma casa que Quinley estava de olho sem que ele soubesse. Daí vemos que o garoto realmente era um gênio pois usou aquele programa que vinha com o Windows 95 que recitava o que você escrevia. Como a voz era robótica e grossa, e ele era de menor, tinha que fazer parecer um cara mais velho. Daí cria Macintosh (o nome antigo da Apple), dizendo ser ele o comprador.

Daí em diante ele vive a vida que sempre quis com esse dinheiro, se camuflando dizendo que trabalha para Macintosh e que ele quer que Preston viva a vida que ele não pôde ter. Fetish de rico, será? Sua primeira compra é a sua casa, daí então compra karts, ringues infláveis, lançador de bolas de beisebol, além de contratar seu próprio motorista, Henry. Aparece até uma cena dele jogando Punch-Out!

Mesmo com todo esse dinheiro, Preston se via sozinho pois ainda assim não tinha amigos. Essa, na verdade é a lição do filme. "dinheiro não compra amigos". Vendo essa situação, Preston dá uma grande festa, chamando pessoas de "sabe lá Deus onde!" dizendo ser o aniversário do Macintosh e que ele iria então aparecer em público. "Steve Jobs no filme? Que nada!" Preston então recebe uma cobrança e vai checar seu dinheiro até que descobre que não tem nada passando de 300 doláres. Naquele momento o que ele mais deseja era um abrigo mas, tanto seus pais como até mesmo Henry haviam sumido. Anunciando que Macintosh sumiu (como? ele nem existe!) a festa acaba, e Preston fica sozinho em sua casa com as coisas que haviam comprado. Eis que Quinley e os outros descobrem sobre Preston e Macintosh e vai até lá. Preston revela que não existe nenhum Macintosh e que gastou 1 milhão de doláres em apenas 6 dias.

Dali em diante os caras vão querer matar o garoto mas ele consegue escapar até que a polícia cerca o local por haver descoberto algo sobre Macintosh. Nesse momento, Shay se revela ser uma policial espiã. Quinley tentando se livrar da polícia diz ser ele o Macintosh, então é anunciado voz de prisão a ele por terem descoberto a lavagem entre ele e Petermann. Dai os três vão presos. E Shay e Preston se beijam, marcando de se reencontrarem depois de uns 6 anos.

Esse reencontro não aconteceu pois o filme não teve continuação. Mas vale a pena relembrar e saber que dinheiro não é tudo, que não se compra amigos, entre outras coisas. Então pessoal, taí uma boa recomendação de filme antigo pra assistir. Creio eu que esse filme exista em algum site por aí para ser baixado. É um filme que não se passa mais na TV, mas já foi muito exibido na "Tela de Sucessos". Obrigado por terem acompanhado mais esse post. Nos vemos na próxima semana. Até mais!

Link:
http://www.ilovefilmesonline.com/2013/10/cheque-em-branco-assistir-filme-online.html



1 comentários:

Um ótimo filme!

26 de agosto de 2014 12:33 comment-delete

Postar um comentário